Formulário de busca

SOBRE A BRAiN


Criada em março de 2010, a BRAiN – Brasil Investimentos & Negócios – tem a missão de articular e catalisar a consolidação do Brasil como um polo internacional de investimentos e negócios, com foco regional na América Latina, mas com projeção e conexões globais.

Idealizada por três entidades-chave dos mercados financeiro e de capitais do país – ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), BM&FBOVESPA (Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros) e FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos) – a BRAiN é uma associação que representa diversos setores da sociedade e que conta com o patrocínio e a participação de várias instituições privadas.

Origem

Em 2004, a ANBID (Associação Nacional dos Bancos de Investimento), a BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuros), a BOVESPA (Bolsa de Valores de São Paulo) a CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia) e, pouco depois, a FEBRABAN se juntaram para lançar uma iniciativa de promoção do mercado de capitais brasileiro no cenário internacional, o BEST (Brazil: Excellence in Securities Transactions).

Apoiado pelo Banco Central do Brasil, pela Comissão de Valores Mobiliários e pelo Tesouro Nacional, o BEST promoveu eventos de divulgação ao redor do mundo e trabalhou para o aprimoramento operacional e regulatório do mercado brasileiro. O BEST teve um imenso sucesso ao longo dos seus cinco primeiros anos, atingindo mais de três mil investidores em 13 centros financeiros internacionais.

Em 2008, o Brasil alcançou um novo momento no cenário financeiro mundial com o investment grade. A partir de então diversas entidades dos setores público e privado perceberam o surgimento de um momento propício para ampliar a projeção internacional do país, posicionando-o não apenas como um destino atraente para investimentos, mas também como uma plataforma de negócios para os demais países do continente.

Teve início então um processo amplamente participativo, com o engajamento de diversas instituições públicas e privadas. Todas com o objetivo de desenvolver uma visão e um plano de ação para tirar os projetos do papel e transformá-los em realidade.

A visão criada e compartilhada por todos é a de fazer do Brasil uma plataforma de negócios, talentos e capitais para a América Latina, com vínculos também para fora da região.

O Brasil tem muitos desafios que vão requerer um trabalho persistente e de longo prazo. A experiência dos principais centros internacionais ressalta a importância da coordenação público-privada para se ter sucesso.

A BRAiN irá articular e catalisar a implementação da visão do Brasil como o polo internacional de investimentos e negócios da região, mapeando as oportunidades, articulando os movimentos conjuntos e promovendo o diálogo entre os setores público e privado. A BRAiN suportará, assim, as instituições que já estão construindo o futuro do Brasil.

Gostou deste conteúdo? Recomende para os seus amigos.